Wiki Call of Duty
Advertisement
República Federativa do Afeganistão
Flag of Afghanistan
Continente Ásia
Guerras Guerra Fria


Afeganistão (Persa: افغانستان) é um país do Oriente Médio, que aparece nos jogos Call of Duty: Modern Warfare 2 (República Islâmica do Afeganistão) e em Call of Duty: Black Ops II (República Democrática do Afeganistão).

Aparições[]

Call of Duty: Modern Warfare 2[]

Em Modern Warfare 2, o Afeganistão é comandado pelos ultranacionalistas (Makarov) , então na primeira missão estamos em um treinamento, na segunda missão estamos na zona vermelha, onde libertamos a cidade. Na 16 missão voltamos ao Afeganistão, em um ferro velho onde Price e Soap estão entre uma guerra entre os homens de Makarov e os de Shepherd, no final Nikolai aparece de avião e os salva. na 17 Price e Soap estão na base do hotel bravo, Afeganistão, eles invade a base e após persegui Shepherd eles chegam em uns barcos. na 18 e ultima missão eles perseguem Shepherd e após derrubar o helicóptero dele, um combate corpo a corpo se inicia, Shepherd morre, Soap ferido e Price o salva.


Call of Duty: Black Ops II[]

Em Black ops 2 nos vamos ,na terceira missão, ajudar os mujahideen na guerra com os soviéticos para conseguir informações de Raul Menendes , lá Woods e Mason tem a ajuda de Tian Zhao, um chinês. Durante as negociações a base é atacada e, usando cavalos, eles tem que defende-la, após muita luta eles encontram Lev Kravchenko, eles o interrogam, onde ou Mason não resiste a lavagem cerebral de Reznov ( Black ops 1) e o mata, ou Mason resiste, descobrem as informações e woods o mata. independente disso no final os mujahideen o traem e largam Mason, woods, Zhao e Hudson no deserto, mas Mason acorda e os salva ( apesar de que, na cabeça de Mason foi Reznov que os salvou.)

Também visitamos o Afeganistão na missão de strike team I.E.D, onde temos que defender o presidente do Afeganistão, que esta indo a uma conferencia com a Rússia, dos mujahideen. Se conseguirmos as tenções entre Rússia e ocidente acabam, se falhamos ou não fizemos as tensões entre Rússia e ocidente continuam.

Advertisement